• A última chama…

” Em meio a tantos gritos, choros e rancores, me descubro querendo apagar a última chance de enxergar no escuro, a última chance de realmente ser feliz, e por fim, a última chama de esperança que havia restado no meu frio, estúpido e cruel mundo das sombras.
Eis aqui a questão, eu nunca sai das sombras, eu nunca consegui enterrar um passado que me consumia tanto no presente como eu achava que consumiria no futuro…Por medo de me machucar de novo, eu acabei machucando pessoas que me amavam e até mesmo me amam, mas eu nunca fiz por maldade, foi só um mecanismo de defesa inconsciente e involuntário, nunca ninguém se importou em realmente me fazer feliz, em cuidar de mim ou se importar com o que eu penso ou sinto.

Eu sou totalmente incompreensível, nem eu mesma me entendo, nem eu sei o porquê de agir como uma idiota em muitos casos, nem eu sei o que eu sou, eu preciso começar do zero e refazer cada conceito meu, fazer uma analise sobre o que eu posso ou  não manter na minha vida e cortar todos os laços que possam ainda existir com um passado frustrante, inventar novas regras e até mesmo enlouquecer, porém jamais machucar de novo outra pessoa que amo por estar cega demais pra ver o quê a consequência que uma atitude birrenta pode causar.
Eu só quero finalmente encontrar a minha paz, e ser menos chata, insuportável e ignorante, eu vejo tantos amores se dissipando em apenas alguns dias e penso, eu já enfrentei tanto e não desisti, por que agora eu deixaria algo que realmente pode me tirar do fundo do poço morrer por medo? Por que e pra que magoar alguém que eu sei que me ama? Por que não mudar por ele? Afinal essa mudança vai ser pra muito melhor, eu sou orgulhosa demais, só que neste momento com a maior dificuldade do mundo, eu peço as mais sinceras desculpas por ser tão ruim assim.
Não quero perder o que tenho de mais precioso, então eu vou fazer o que for pra manter isso saudável  e se for preciso eu sumo, mas eu nunca mais machuco alguém!”

-Garotadosolhosverdes